Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Dom | 16.03.14

É bom, e é tão nosso.

O Fado! Esse som tão característico da guitarra portuguesa, aquele cheiro a Lisboa, a Coimbra ... Aquele cheiro de Norte a Sul. Aquele sabor a Portugal, que é tão nosso e tão pouco apreciado pela minha geração, a geração dos mais novos.

FADO, a música da grandiosidade e que muitos apelidam de melhor género músical do mundo. O nosso FADO, é sermos grandiosos em tudo e na música somos superiores. Quantos países se podem orgulhar de terem um género músical como Património da Humanidade? Quantos se podem orgulhar de possuir um género de música que corre nas veias, e que só os descendentes de Luso podem cantar com a verdadeira alma? Só nós. 

E agora, agora vejo miúdos de dez,onze, doze anos a partilhar esta versão da música do Anselmo Ralph, maravilhosamente executada pela Kátia Guerreiro e pergunto-me: "Só agora é que sabem que o fado existe?" ou"Estão a partilhar a música porque é do Anselmo?".

 

Pois bem, se for a primeira: façam o favor de pesquisar e de se informarem sobre os vários tipos de fado. Descubram os maravilhosos fadistas que o nosso país tem. Aprendam a apreciá-lo e não se envergonhem de o ouvir.

 

Se for a segunda: bem, pelo menos ouviram o som da guitarra portuguesa e acharam engraçado. 

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.