Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Sab | 28.08.10

Don't stop dreaming - Capítulo #21

Olá meninas, um novo capitulo já a seguir.

 

Capítulo #21

[Anne]

Edward: Então, o que achas da minha casa?

Anne: É mesmo gira. Adoro a cor.

Edward: Pois, desde a ultima vez que vieste cá, o meu pai mandou pintar a casa.

 

Pois, a casa realmente tinha mudado, estava mais alegre. A cor salmão era das minhas preferidas.

Dei a mão a Edward, gostava de sentir os meus dedos entrelaçados aos seus, quando o fazia uma sensação de confiança e proteção invadiam o meu corpo, era mais que um gesto simbólico não existe explicação.

 

Edward: Vamos?

Anne: Claro - deitei-lhe um sorriso e ele devolveu-me mostrando o meu preferido.- A tua mãe já está há porta.

Vi Edward olhar para a porta de entrada, como eu tinha dito,estava uma senhora, mais baixa que Edward e James. Devia ser da minha altura, tinha cabelos castanhos, lisos pelo meio das costas. O seu rosto transmitia desde logo simpatia, era realmente muito parecida com James. Fomos avançado até ao encontro daquela senhora.

 

Edward: Anne, está é a minha mãe.

Anne: Olá Mrs. Jones. - disse eu com um sorriso.

Mãe de Edward e James: Olá Anne, Mrs.Jones não, para ti é Elisabeth. - retribui-me o sorriso e deu-me dois beijos , um em cada face.

Anne: Vou tentar habituar-me. - prometi.

Edward: Então mãe eu não te disse que ela era bonita? - olhei embaraçada para Edward, o que lhe tinha passado pela cabeça. Já me sentia a corar.

Mrs. Elisabeth: Sim,soubeste escolher querido. Tens aqui uma namorada muito simpática e bonita. - aptecia-me gritar para que parassem com os elogios, mas assim ia deixar de ser simpática, certo?

Anne [envergonhada]: Oh obrigada, a senhora Jones .... - vi Mrs. Elisabeth olhar para mim - quer dizer ... a Elisabeth é muito simpática.

Mrs. Elisabeth: Simpática? Realista minha querida.

 

Estávamos já dentro de casa, fomos para a sala e Edward fez sinal para que eu me sentasse ao lado dele no sofá que se encontrava em frente há televisão. Elisabeth estava a acabar o almoço na cozinha, eu bem me tinha oferecido para a ajudar mas sem sucesso. Nem a mesa me deixou por. Edward levantou-se e foi até há cozinha para ver se o almoço ainda demorava muito. Ouvi algum barulho vindo da cozinha, era Elisabeth e Edward a falarem. As noticias da hora de almoço tinham acabado de começar. Um grande incêndio numa floresta próxima de Seattle, nada que nos preocupasse pois nós morávamos a 100 km dessa cidade. Edward apareceu junto há porta da sala.

 

Edward:Princesa, o almoço está pronto. - sorriu-me e veio ao meu encontro, esticou a sua mão para que eu a segurasse enquanto ele me encaminhava para a sala de jantar, assim o fiz.

Elisabeth: O Edward disse-me que adoravas lasagna.

Anne: Sim, gosto muito. - era um dos meus pratos favoritos, afinal quem é que não gosta de lasagna?

Elisabeth: Chega-me o teu prato querida para eu te servir, sff .

Depois de estarmos todos servidos, provei a lasagna. Estava divina. Elisabeth cozinhava muito bem, Edward devia aprender mais com ela, pois ele só se "safava" com receitas fáceis.

Anne:Está muito bom Elisabeth, cozinha muito bem. - disse deixando um leve sorriso.

Elisabeth: Obrigada querida, parece que o curso de cozinha italiana serviu para alguma coisa.

 

Edward sorriu, devia haver uma grande história sobre aquele curso. Durante o almoço fomos conversando, sobre a minha relação com Edward, e o momento mais engraçado da conversa foi quando Elisabeth disse a Edward que se me magoasse, tinha de se haver com ela. A minha "sogra" era muito animada e pareceu gostar de mim. Tinha feito uma amiga e senti que quando tivesse um problema, Elisabeth seria uma boa ouvinte e conselheira. Claro, que o tema da Universidade foi falado. Ainda tinhamos metade do Verão pela frente, mas em breve eu e Edward íamos receber as respostas das Universidades. Eu ia seguir medicina, e ele ia seguir a vida jucial. Não imaginava Edward vestido a rigor num julgamento, pronto para defender uma vitima, ou um culpado. No fim do almoço consegui convencer Elisabeth a sentar-se no sofá enquanto eu e Edward limpávamos a cozinha.

 

Em principio ainda posto o capitulo 22, hoje.

6 comentários

Comentar post