Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Dom | 27.02.11

Chris Brown - Yeah 3x

Olá ... como está a correr o vosso fim-de-semana? Ontem, uma colega minha mostrou-me esta música e desde esse momento não consigo parar de ouvir, confesso que nunca fui grande fã dele. Claro, gosto de uma ou duas músicas mas não é o meu cantor favorito ou um dos quais eu acompanho as mais recentes novidades.

 

 

 

 

 O puto dos caracóis loirinhos tem uma carinha quando diz: Hey, it's Chris Brown ! {#emotions_dlg.lol}

 

Sab | 26.02.11

Triste

 

O que se passa? O blog anda às moscas... vocês não comentam. Já não gostam, não visitam?

 

Sab | 26.02.11

Quase sete meses♥

Olá meus anjos... Como correu esta semaninha de aulas? Bem, espero. A minha foi atribulada e não foi das melhores a nível pessoal, mas esquecendo que este mundo tem pessoas como ele, vamos lá falar de coisas verdadeiramente interessantes. 

O comentário 2000, já foi feito e quero agradecer a todos vocês que a cada post fazem um comentário e fazem com que este blogue ganhe a cada dia mais significado e mais sentido.

Mas queria pedirvos uma coisinha ... Foram precisos quase sete meses para atingir esta meta dos 2000. Será que tenho de esperar mais sete para atingir os 4000? Vá lá, eu espero bem que não... 

Se derem o vosso contributo, talvez seja possível em três/quatro meses atingir esta meta ... sim?

 

Aqui fica a plaquinha.

 

 

 

 

Sex | 25.02.11

Silent Tears #2

 

 

 

Tudo entre nós decorria normalmente, como simples amigos ou melhor simples colegas de turma. Nunca fomos muito ligados, nunca me transmitiste muita confiança e eu a ti também não, mas talvez isso me tenha feito aproximar de ti, talvez. Num acto inconsciente, aproximei-me de ti. Fiz-te conhecer o que poucos conhecem bem, o meu verdadeiro eu. A verdadeira Ana, que sorri e chora, que confia e partilha. Soubeste verdadeiramente aproveitá-la da melhor maneira, aproximaste-te e eu deixei que o fizesses, um acto puro e louco que não devia ter sido cometido. Agora, e agora sei disso. 

A amizade que sentia por ti, foi crescendo e não podia negar que cada vez que sorrias e os teus olhos escuros cruzavam os meus alguma coisa, cá dentro se misturava e fazia com que o meu coração aumentasse e o pudesse sentir ligeiramente na minha garganta, a um ritmo desorientado. 

Hoje, amaldiçoo-o aquelas malditas mensagens correntes que nos obrigam a responder... a dizer o que por vezes não conseguimos transmitir cara a cara. Lembro-me da tua resposta, beje. Talvez por não saber o que sentias, talvez por ter essa necessidade dei-te a mesma resposta e tratamos de "combinar" tudo para estarmos juntos, apenas conversar como me disseste.

 Esclareci as coisas, e como os adolescentes lhe chamam disse-te que para mim aquilo era só e só uma curte. Nesse dia, fui incapaz de ter reacção quando te verdadeiramente (pelo menos a forma como o expeliste), te declaras-te. Não, eu não te amei, não te amava e não amo ... Em momento algum. Se o arrependimento matasse, eu era uma mulher morta. Deixas-te que a tua cabeça se guiasse pelo coração, deixas-te que o que sentias te dominasse... e tomas-te aquilo como esperanças para um futuro a dois. 

Sabes o que me custou? Sabes?! Saber, que afinal de tudo não fizeste outra coisa senão aproveitar-te da minha inocência... Porque é que te fizeste passar por ela (amiga), e me mandaste mensagens de texto a perguntar coisas, que se soubesse que eras tu nunca te tinha respondido? Mentiste, mais do que uma vez. Primeiro dizes que me amas, depois enganas-me e dizes que não gostavas de mim... 

Agora, para agravar isto tudo fazes-te a outra. Não tens noção, que não me magoas só a mim? Um dos teus amigos, ama-a verdadeiramente e não é desonesto, como tu foste. Eu sei o que ele sente por ela, e tu aproveitas para matar dois coelhos de uma cajadada só. 

Sabes uma coisa?! Um dia vou-me rir desta palhaçada toda, e vou conseguir esquecer que alguma coisa se passou entre nós... um dia, não hoje, não amanhã nem muito menos ontem. Apenas um dia... num futuro próximo ou longínquo. 

Qua | 23.02.11

Ajudem a Nii

Leitores, desculpem esta ausência terrível mas a escola não permite que eu vos actualize de novidades todos os dias... Hoje, vim ser pedinchona... apenas um bocadinho e não custa nada ajudar.

A Nii, do HOC precisa da vossa ajuda. Ela tira fotos simplesmente fantásticas e increveu-se num concurso mas para vencer ela precisa de vocês. Querem ajudá-la? Então sigam estes passos:

 

Se tiverem facebook, primeiro vão a este link e clicam em gosto. Depois de fazerem isso, vão a este link e clicam em gosto. Vamos ajudar a Nii a ganhar, sim?

 

 

 

 

 

Seg | 21.02.11

Bruno Mars ♥

 

 

 

 

A nossa amizade é assim, Rui ♥

 

Dom | 20.02.11

Prendinha #4

Recebi mais uma plaquinha, desta vez foi da Ju. Obrigada sweet.

 

 

 

Dom | 20.02.11

Dreams of Love - Capítulo XVIII - Ruben ou Fábio?

Olá, consegui despachar a geografia durante um pequeno bocadinho e resolvi vir acabar o capítulo. Espero que esteja do vosso agrado e como tal quero pedir a todos os fantasminhas que lêm que deixem a vossa opinião, pois ando um bocadinho desanimada com a fan fic. Beijinhos

 

(…)

Já tínhamos escolhido o nosso jantar e estávamos só à espera que o empregado nos trouxesse as nossas escolhas. A conversa com ele era fácil de manter, muito fácil. De uns assuntos passávamos rapidamente a outros e partilhávamos muitos gostos em comum.

- Fale-me de você…
- De mim?! A minha vida não é lá grande coisa para ser contada…
- Então, esqueça as partes más e me conte apenas as partes onde cê sorriu.
- Então … Como sabes, tenho o melhor primo do mundo que arranjou uma prima muito simpática; vivi no Porto durante toda a minha infância e parte da adolescência…

- Sempre foi do Benfica? – perguntou tentando provocar-me.

- Claro, nunca simpatizei com o FCP, acho que brincam demasiado com as pessoas e fazem muitas coisas de forma “escura”.
- É sempre bom quando não mantemos os nossos ideais e não nos deixamos levar pelas outras pessoas ou pelos gostos dos outros.

- Agora é a tua vez …
- Minha vez?

- Claro, eu não conheço muito de ti. Simplesmente, sei que o David Luiz é um óptimo jogador do futebol português, joga numa grande equipa… mas não sei nada sobre o “David” que o Ruben tanto fala. – Afirmei soltando um sorriso.

Vi um sorriso enorme surgir no rosto de David.

- Então cê não ouviu grande coisa de mim…
- Podes não acreditar, mas mais elogios que defeitos.

- Ah, eu sei porque isso aconteceu.
- Sabes?!

- Claro, eu paguei ao manz para lhe dizer bem d’i mim. – mordi o lábio e sorri.
- Então andaram-me a enganar os dois?! Não me parece justo… vou ter de reprender o menino Ruben Amorim vou. Mas, vá… conta.

- Já que insiste. Nasci em Diadema, uma cidade de São Paulo. Cê alguma vez visitou o Brasil? – abanei a cabeça negativamente. – Um dia levo você e o manz lá … Aos catorze anos saí de casa para seguir o meu sonho e fui para a academia do Vitória da Bahía.

- Foi difícil abandonares a tua família, não?

 

 

Sab | 19.02.11

No dia de hoje

Hoje meus amores ... vou passar a tarde agarrada à geografia. Ninguém me quer fazer companhia? Vá lá, só um bocadinho para eu poder descansar os neurónios e acabar um capítulo [suborno]

Querem saber da melhor? Ontem eu e a minha stora de história tivemos uma discussão ... Ela pode dizer o que quer e eu não? Sinceramente, quando tiver um tempinho contovos tudo. É oficial, odeio aquela mulher.

 

 

 

 

Argh ... )

 

 

Qui | 17.02.11

Sneak Peak

Olá leitores, estive a pensar e secalhar vou fazer o que a Andrusca fazia na outra história dela. Sneak Peaks: ou seja deixo-vos um bocadinho do próximo capítulo antes de o postar. Isto claro se vocês quiserem...

Mas, os leitores da fan fic não serão avisados destas postagens apenas dos capítulos, como habitual. Querem?

 

 

 

 

Pág. 1/3