Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Sab | 05.01.13

Querido Refúgio #5 - As borboletas tornaram-se feridas

Todos temos, ou pelo menos já tivemos aquele momento onde quebramos totalmente. O da Ana aconteceu, mais uma vez, dia 3.  Andou todo o dia a aguentar tudo e a fingir-se de forte, até ao momento que chegou finalmente a casa e se fechou sozinha no quarto. No dia a seguir, foi para a escola, cumprimentou os colegas, esteve com os amigos o dia todo e mais uma vez teve que segurar os seus sentimentos e lágrimas até chegar a casa. O motivo? Bem, o relacionamento que a Ana tinha com ele agora terminou. 

Tudo ficou mais difícil de aguentar e de esconder. Cada pequena coisa na vida da Ana está a correr de forma completamente errada  e no momento em que, finalmente, ela tem tempo para ficar sozinha e recuperar o fôlego ... A Ana quebra e as memórias assaltam-lhe o pensamento. O que começou com borboletas no estômago, hoje são facadas no peito. O problema maior disto tudo, é que a Ana da história sou eu.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.