Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Qui | 21.06.12

Euro 2012 #5

Pois bem só tenho a agradecer à Seleção Portuguesa. E porquê? Por me terem calado, eu não acreditava que era possível e vocês demonstraram a vossa garra e com o vosso talento que podemos sobreviver a qualquer situação. Estávamos num grupo complicado, o tão temível grupo da morte. Não ligaram a isso e mostraram que o que conta é o que se passa nos noventa minutos. Do primeiro até ao último segundo, vocês lutaram. Espero que o continuem a fazer. Hoje, contra a Républica Checa mostrem-nos que não foi em vão. Não sintam a persão que alguns teimam em colocar. Se ganharmos estamos na próxima fase, passamos mais um objetivo. A seguir, se for a Espanha será complicado mas nós já lhe conseguimos ganhar 4-0. Temos condições para repetir esse resultado.

 

 

 

Está tudo pronto? Dá-lhe gás!

 

Três, dois, um, vai arrancar
uma espécie de hino em versão popular
sem coisas de mão no peito e ar pesado
Em 2004 o campeonato vai mudar o nosso fado
do coitado, do arrumado, do comido
Porque é que o país se queixa do que podia ter sido?
Mas nunca é. E a culpa nunca é nossa
é do árbitro, é do campo, é de quem nos deu uma coça.


Chega. Queremos mais, é um murro na mesa.
Um grito do Ipiranga em versão portuguesa.
Até hoje, quase marcámos, quase ganhámos, quase
fizemos... 
Mas porquê quase? ...Passemos à próxima fase.

 

(Refrão)
Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

 

O conceito é muito simples: não desistir.
Mas será que é esta atitude que acabamos de pedir?
É chato agora, acreditem no que digo:
nós jogamos em casa e contamos com o Figo,
o Rui Costa, o Deco, o Simão e o Pauleta.
Razões para querermos mais que um lugar que não
comprometa.
Será de mais pedir a taça? 
Nada que um adepto com orgulho não faça.
Bonito, bonito, é dar o litro,
E não pôr culpas no gajo do apito.
Vá lá gritar noventa minutos, cento e vinte, o que
for
do princípio ao fim, por favor. 
Vamos lá people afinem-me essa voz
No fim, só ganha um... e temos que ser nós.

 

Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

Joga mais!
Sua mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

 

Nem custa tanto assim imaginar a vitória
no fundo, é só uma soma de momentos de glória.
Era bonito... Um abraço aqui, um abraço ali...
Abraço toda a gente, abraço quem nunca vi.
Vamos lá transformar isto numa grande festa
Sem pressão, Selecção, és a esperança que nos resta
Por isso, escuta: não te esqueças que a sorte protege
os filhos da luta.
Não levem a mal a exigência
Mas pr'a empates e derrotas não há paciência.
Queremos mais, muito mais, menos ais
Scolari, já vimos do que cê é capais.
Cê sabe que para ganhar é preciso ter fé. 
E a bola no pé.

yo...querem mais?

 

Então baza lá, vamos lá outra vez
Quem não salta agora aqui não é português
Sempre com o desejo de cantar na final
"levantai hoje de novo o esplendor de Portugal".
Tudo a postos,
vamos ter fé uma vez na vida
e acabar o europeu de cabeça e de taça erguida. 
Se temos saudade, temos vontade, temos saúde, temos
atitude 
Se temos tudo, de que é que o português se queixa? 
...Era esta a vossa deixa.

 

Marca mais!
Corre mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

Joga mais!
Sua mais!
Menos ais, menos ais, menos ais!
Quero muito mais!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.