Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Lisboa, hoje queria estar contigo.

Neste momento, sinto inveja de todos vocês que se encontram fora ou já com os pés na Meo Arena. Dentro de horas, verão os meus cinco meninos a cantar para vocês, a fazer palhaçadas, a ganhar a vida mas acima de tudo a serem felizes e a fazer aquilo que tanto amam com os seus melhores amigos.

Uns chamam-me louca por ter a idade que tenho e gostar de uma boysband, outros até tentam perceber mas não compreendem. É orgulho, é subitamente um orgulho que me enche o peito de cada vez que eles vendem todos os bilhetes para um concerto em pouco mais de uma ou cinco horas. É orgulho de cada vez que eles partilham um bocadinho da vida deles comigo, e com muitas outras pessoas. É orgulho ver que não se esquecem das pessoas que lhe dão tantas oportunidades e das quais nunca se vão esquecer. É um orgulho ver os noticiários portugueses a falar deles. 

Infelizmente, não tenho a mesma sorte que as onze mil pessoas que vão estar hoje no antigo Pavilhão Atlântico para o último concerto da Tour Europeia dos One Direction. Mas sabem que mais? Um dia, serei eu a ver um concerto deles. Se tiver de esperar mais dois, cinco ou dez anos não me interessa. De uma coisa tenho a certeza, um dia iriei. Porquê? Porque desde pequena que me ensinaram a lutar por aquilo que quero e nunca desistir dos meus sonhos por mais estúpidos e infantis que esses mesmos sonhos possam parecer.

 

A todos vocês que vão estar naquele espaço, peço-vos duas coisas: proporcionem aos rapazes o melhor concerto destes últimos tempos, mimem-nos, mostrem-lhe o que as fãs portuguesas são capazes, divirtam-nos e acima de tudo divirtam-se. A segunda coisa que vos peço é que tenham cuidado, aproveitem mas evitem confusões ou outras situações mais desagradáveis.

 

Se algum leitor ou leitora deste blog tem a oportunidade de ir ao concerto, depois passem por aqui e contem-me tudo. 

6 comentários

Comentar post