Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sweet Nothing

Sweet Nothing

Não se esqueçam, amanhã é dia 23.

Nestes últimos tempos não yenho tido muitos motivos para sorrir. Verdade seja dita, 2013 ainda só conta com vinte e dois dias e não estão a ser nada de entusiasmantes. Até agora, nenhum dos meus desejos se realizou e tudo parece piorar. O simples facto de dizer uma palavra, me recusar a fazer alguma coisa - até mesmo na brincadeira - parece despontar nas pessoas que me são próximas um ódio enorme para com a minha pessoa. De um momento para o outro, sou culpabilizada de tudo o que se passa. 

Se ando mais "entusiasmanda" e até socializo mais com eles - ou seja, se começo a regressar ao meu normal - parece que me repreendem por isso. Se, e por outro lado, me encosto a um canto com os auscultadores nos ouvidos é porque estou completamente apática, e não devia estar assim. Decidam-se ... 

 

Hoje, porém, começou a nevar e fomos mandados para casa a meio da aula de química. O simples facto de abandonar aquela escola, de deixar a minha turma - aqui, perceba-se que não incluo todas as pessoas da mesma - mais cedo, fez-me sorrir. O simples facto de não ter de o ver no intervalo que se seguia, deixou-me contente. Mais animada. 

 

Amanhã faço anos, e bem no fundo, ainda tenho esperanças que te lembres de mim e que me mandes uma mensagem.

 

13 comentários

Comentar post